[Sermão] São Paulo, modelo de fidelidade, caridade e humildade

Sermão para a Festa dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo
[Domingo,] 30 de junho de 2013 – Padre Daniel Pinheiro

 

Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Amém. Ave-Maria…

***

Caros católicos, falamos ontem de São Pedro Apóstolo, da função que recebeu de NS: função de pedra fundamental da Igreja, de chefe supremo da Igreja. Falamos do sucessor de São Pedro, o Papa, e falamos da veneração que devemos ter por ele. A festa, porém, é também de São Paulo Apóstolo. Na liturgia, São Pedro e São Paulo estão sempre juntos. Quando se comemora a festa da conversão de São Paulo (25 de janeiro), faz-se memória de São Pedro. Quando se comemora a festa da Cátedra de São Pedro (22 de fevereiro), faz-se memória de São Paulo. No dia 29 de junho, a festa é de ambos, mas como em geral a ênfase é dada a São Pedro, foi instituída em 30 de junho a comemoração de São Paulo, com memória de São Pedro. Ontem no dia da festa de São Pedro e São Paulo, falamos de Pedro e do Papa. Hoje, na solenidade dessa mesma festa, falaremos do Apóstolo Paulo. Os dois estão assim tão unidos porque São Paulo cooperou, com São Pedro, de maneira eminente para a edificação da Igreja de Roma. São eles as duas colunas da Igreja Romana. Na frente da Basílica de São Pedro no Vaticano, vemos a imagem dos dois apóstolos. São Pedro, pastor supremo com as chaves do reino dos céus de um lado, e São Paulo, apóstolo com zelo extremado pela glória de Deus e pela salvação das almas do outro lado, com a espada, instrumento do seu martírio, mas também a espada da Palavra de Deus, que ele tão bem manuseou para a conversão das pessoas. Os dois estão unidos igualmente pelo martírio, pois foram para Deus no mesmo dia, 29 de junho. São Pedro crucificado, mas de cabeça para baixo, pois não se considerou digno de morrer como o Divino Mestre. São Paulo morreu decapitado, pois era cidadão romano e ao cidadão romano era reservada pena menos cruel e menos vergonhosa. Do Apóstolo São Paulo, podemos destacar a fidelidade à Palavra de Deus, a caridade e a humildade.

Continuar lendo

[Sermão] São Pedro e o Papa

Sermão para a Festa dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo
29 de junhode 2013 – Padre Daniel Pinheiro

 

Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Amém. Ave-Maria…

***

Peço que rezem por sua Eminência, o Cardeal Dom José Freire Falcão, que foi criado Cardeal no dia 28 de junho de 1988, completando ontem 25 anos de cardinalato. Sua Eminência, tem nos ajudado muito nesse Apostolado. Rezemos por ele também em agradecimento.

***

“Tu és Pedro e sobre esta Pedra edificarei a minha Igreja.” Mt. 16, 16.

O Evangelho de S. Mateus de hoje é fundamental. Trata-se de uma das passagens mais importantes da Sagrada Escritura. Neste Evangelho está contido e afirmado o Primado de São Pedro e de seus sucessores, primado que faz parte da constituição da Igreja tal qual instituída por Deus, por NSJC.

Jesus dirigia-se, então, com seus discípulos à cidade de Cesaréia de Felipe, cidade pagã dedicada ao Imperador Romano e onde o culto aos ídolos era extremo. Convinha que Jesus Cristo estabelecesse aqui o chefe de sua futura Igreja: i) para mostrar que, em matéria religiosa ou em matéria conexa a ela, o Papa está acima do Imperador e de qualquer poder civil, e ii) para mostrar que a Igreja deve se estender não somente aos judeus, mas também aos pagãos, para que todos sigam a Cristo.

Continuar lendo