Abaixo-assinado de apoio a S. Exa. Revma. Dom Bernardo Fellay

Excelência Reverendíssima.

Cumprimentos respeitosos

Tendo em vista os inúmeros ataques que V. Exa. Revma. tem recebido da parte de pessoas que agem de má fé, ignorância ou movidas por um espírito cismático, nós abaixo-assinados vimos por meio desta expressar nosso apoio a V. Exa. Revma. bem como nosso apreço pela sua prudência demonstrada na condução do diálogo com as autoridades romanas visando a obter não só um esclarecimento dos problemas doutrinários mas também uma estrutura jurídica adequada para a Fraternidade Sacerdotal São Pio X.

Como bem salientou o seu primeiro assistente Pe. Pluger, no momento a grande questão levantada pela Santa Sé a respeito da Fraternidade São Pio X não é conhecer sua posição doutrinária, suas objeções quanto ao Concílio Vaticano II e reformas posteriores (tudo isto já foi amplamente explanado por ocasião dos colóquios doutrinários), mas sim saber se a Fraternidade São Pio X efetivamente considera Bento XVI um sucessor de Pedro legítimo com poder de governo e magistério sobre toda a Igreja. Com efeito, a Fraternidade São Pio X manifestou com toda franqueza à Santa Sé suas objeções e, a despeito de tal divergência, recebeu da autoridade suprema da Igreja a proposta de ser reconhecida canonicamente como uma obra da Igreja…

Para ler todo o texto e apoiar D. Fallay clique aqui.

Nossos agradecimentos ao Revmo Padre João Batista por nos enviar este importantíssimo manifesto.

Cleber Lourenço

Missa Solene em Anápolis

Este slideshow necessita de JavaScript.

No último domingo, o Padre João Batista Costa, da Associação Santa Maria das Vitórias, de Anápolis, celebrou em sua capela missa solene com a assistência de seminaristas do Instituto do Bom Pastor. Essa foi a primeira vez que o padre rezou uma Missa Solene; a chamada Missa Solemnis distingue-se da Missa Cantata (como é comumente feita aos domingos na capela) pela presença de ministros sagrados em assistência ao padre: diácono e subdiácono (embora a substituição de um subdiácono por um outro membro do clero seja tolerada). O papel de subdiácono foi desempenhado pelo seminarista Luis Carlos; o brasiliense Diácono Daniel Pinheiro – primeiro diácono brasileiro do IBP, ordenado recentemente em Bordeaux (França) pelo eminentíssimo Cardeal Dario Castrillón Hoyos (ver fotos da ordenação aqui) – fez também o sermão da missa. Na segunda-feira seguinte, na Festa da Assunção de Nossa Senhora, celebrou-se mais uma vez a missa na sua forma solene.

Agradecemos e parabenizamos especialmente o Padre João Batista Costa por mais esse precioso testemunho de fidelidade à liturgia tradicional, buscando sempre o mais digno culto a Deus e dando aos seus fiéis conhecer cada vez mais os tesouros litúrgicos da Santa Igreja, verdadeiros alimentos espirituais da alma católica.


Continuar lendo