[Aviso] O Ano Novo e seus cuidados

Prezados, SM.
Hoje é dia 31/12. Amanhã é dia 01/01. Entre eles, há o que se chama réveillon. Voltamos, então, a fazer uma exortação, que vem do fundo de nossa alma sacerdotal.

A experiência sacerdotal mostra que se trata de ocasião de inúmeros pecados quanto ao excesso de bebidas, quanto a ambientes mundanos, quanto à castidade em vários níveis. É uma ocasião que favorece muito o relaxamento indevido da alma, conversas vãs, infantilidades, entusiasmo desordenado, em que muitos pensam não haver problemas em se exceder um pouco.

O próprio fato do evento ocorrer muito tarde já é um fator que requer bastante vigilância. Por caridade, não pequem, não coloquem a alma de vocês em perigo, não se exponham a situações inconvenientes. Sejam sóbrios, moderados em todos esses aspectos. A cada ano, ouvimos muitas pessoas que dizem ser impossível não terminar comemorando o Ano Novo e não terminar se envolvendo em algo inconveniente. Se você não tem alternativa, fique em casa! Virar o ano dormindo não lhe fará mal algum. Não complique a própria vida criando necessidades que não são reais. Muitos confessam ao fim do ano para terminar bem o ano, em união mais profunda com Deus. Não comecemos o ano pecando. Não comecemos o ano como pagãos pecando, nos expondo ao pecado ou chegando ao limite.

Essa mensagem é a conclusão esperada de todo o trabalho que procuramos fazer ao longo do ano com sermões, formações: aproximarmo-nos de Deus e nos afastar do pecado. Deus abençoe. Feliz 2023!

Padre Daniel Pinheiro, IBP