Sobre a 1ª missa rezada em Brasília

Por ocasião do aniversário de 50 anos de Brasília (21/04/2010), fiquei a pensar se Brasília merecia, como presente, um post neste blog.

Naturalmente, conclui que não valia a pena, mas depois começaram a me ocorrer algumas ideias. Confesso que não são ideias originalmente minhas, pois alguns amigos já haviam falado sobre o assunto há três anos. Explico: falo, na verdade, da comemoração da data da primeira missa rezada na cidade (quando ainda não era exatamente uma cidade…). Essa Missa ocorreu em 3 de maio de 1957, no local hoje conhecido como Praça do Cruzeiro (lembram daquela imagem que ficou no cabeçalho do blog nos primeiros meses?). Em 2007, celebrou-se no mesmo local uma missa em comemoração a este fato. Foi quando um amigo observou: “não deveria ser essa missa rezada segundo o rito antigo, já que desejam fazer uma réplica mais perfeita daquele momento?” Lembro que cogitaram sugerir isso ao Arquivo Público ou mesmo à arquidiocese, mas não me inteirei, depois, sobre como ficou a questão…

O fato é que, sendo esse blog um instrumento de divulgação da missa tridentina, achei muito adequado que ele dê à Brasília presentes condizentes com sua proposta.

A primeira intenção deste post é trazer à memória do povo brasiliense e das autoridades que promovem esse “evento” o fato de que, em 1957, aquela Santa Missa foi rezada segundo o hoje chamado rito tridentino (por motivos óbvios, ainda não se tratava do Missal de 1962, mas ambos são, afinal, o mesmo rito tridentino, que remonta ao Concílio de Trento e esse, por sua vez, à liturgia de sempre da Santa Igreja).

Outra intenção é propor o lançamento de uma pequena campanha, levada à frente pelos leitores desse blog, com o seguinte objetivo: que a chamada “Missa Campal” seja rezada, de agora pra frente, segundo a forma extraordinária do rito romano. Ora, além de ser mais fiel à reprodução do momento histórico, a opção por essa forma seria um meio de agradecer ao Santo Padre pela publicação do Motu Proprio Summorum Pontificum e de atendê-lo em seu desejo de que o rito tridentino seja cada vez mais conhecido e respeitado – desejo atestado pelos muitos atos de seu triunfante governo da Igreja!

O Arquivo Público do Distrito Federal é o maior organizador do evento. No próprio site do GDF, numa matéria sobre essa Missa Campal, encontramos o endereço e os contatos do Arquivo Público, que segue abaixo. Não valeria a pena tentar despertar-lhes o interesse?

Arquivo Público do Distrito Federal
Diretoria Cultural – 3361-1454 – Ramais 211 e 202
Contatos: Elias Manoel da Silva – Leonardo Queiroz – Diogo Resende Moura – Isabela Yamamot  (superintendente.arpdf@gmail.com)






2 respostas em “Sobre a 1ª missa rezada em Brasília

  1. Caros,

    Em apoio ao Site escrevi uma carta ao senhor Superintendente do Arquivo Público do Distrito Federal “sugerindo” que a chamada “Missa Campal” seja rezada, de agora pra frente, segundo a forma extraordinária do Rito Romano, ou seja, conforme elementos litúrgicos da Celebração do Santo Sacrifício daquela época.

    Contem comigo!
    Carlos Chips

  2. Prezado Sr. Carlos Chips,

    Agradecemos muito sua participação nessa campanha. Em breve retomaremos com mais força a empreitada. Querendo, envie-nos seu texto destinado ao Arquivo Público e publicaremos com satisfação.

    Aproveitando sua boa disposição, pedimos que ajude-nos também na campanha pela inclusão da Missa Tridentina na programação oficial do XVI CEN!

    Deus o abençoe!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s