[Aviso] Santa Missa na próxima sexta-feira e no sábado

Salve Maria!

Atenção para os horários das celebrações na Capela Nossa Senhora das Dores para este final de semana:


Sexta-feira , 1º de agosto de 2014 (Primeira sexta-feira do mês)

19h00 Hora Santa / Adoração ao Santíssimo Sacramento (em razão da devoção das primeiras sextas-feiras do mês e pelos católicos perseguidos no Iraque e Oriente Médio)

20h00 Santa Missa (Missa votiva do Sagrado Coração de Jesus)


Sábado, 2 de agosto de 2014 (Primeiro sábado do mês)

08h30 Santa Missa (Missa votiva do Imaculado Coração de Maria com memória de Santo Afonso Maria de Ligório; em razão da devoção dos cinco primeiros sábados do mês)


Domingo, 3 de agosto de 2014 (VIII Domingo de Pentecostes)

10h00 Santa Missa (Missa Solene, com ministros sagrados – diácono e subdiácono)


Lembramos que a partir desta semana haverá Missa na Capela Nossa Senhora das Dores todos os sábados, às 8h30.

[Aviso] Imposição do Escapulário no próximo domingo (Capela Nossa Senhora das Dores)

Salve Maria!

Lembramos que no próximo domingo, 27 de julho, o Pe. Daniel fará a imposição do Escapulário de Nossa Senhora do Carmo nos fiéis que o desejarem.

Sugerimos a todos interessados, especialmente os que ainda não conhecem bem a devoção, a leitura de uma importante instrução sobre o assunto já publicada neste site: Algumas questões sobre o Escapulário de Nossa Senhora do Carmo.

Ainda, comunicamos que na lojinha da capela estarão disponíveis, antes do horário da Santa Misssa, escapulários para serem adquiridos pelos interessados.

Últimas novidades…

FOTOS

Confira AQUI as fotos oficiais da cerimônia de Benção da Capela Nossa Senhora das Dores, realizada por Dom José Aparecido Gonçalves de Almeida, Bispo Auxiliar de Brasília, e seguida da Santa Missa e de Confraternização.

SERMÕES

Publicamos também os dois últmos sermões do Pe. Daniel Pinheiro, ambos sobre aspectos muito interessantes  da Liturgia Tradicional da Santa Igreja:

[Sermão] Arquitetura sacra católica tradicional

Sermão para o VI Domingo depois de Pentecostes
20 de julho de 2014 – Padre Daniel Pinheiro

 

ÁUDIO: Sermão para o 6º Domingo depois de Pentecostes 20.07.2014

Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Amém. Ave-Maria…

“Se morrermos com Cristo, cremos que viveremos também juntamente com Cristo.”

A Epístola de São Paulo de hoje nos mostra, caros católicos, mais uma vez como Cristo é o centro de tudo. É somente com ele que podemos e devemos morrer para o pecado. É somente com Ele que podemos viver para a vida eterna. No centro de tudo, está Cristo. Nós saímos de Deus, a partir do nada, pela criação. E voltamos para Deus por Jesus Cristo (se cooperamos com a sua graça) que nos alcançou o perdão de nossos pecados pela sua vida na terra, em particular por sua morte de Cruz. Nossa vida nada mais é do que uma saída de Deus pela criação e um afastamento dEle pelo pecado original e por nossos pecados atuais,  e uma volta a Deus por Cristo, pela cruz de Cristo. Só podemos chegar ao céu, por Cristo. E tudo na Igreja sempre demonstrou claramente e sem ambiguidades essa centralidade e essa necessidade de Cristo crucificado na sua doutrina perene e na sua liturgia tradicional. Todavia, a expressão límpida dessa centralidade não se restringia a isso. Essa centralidade transbordava para todos os aspectos da vida cristã. Um desses aspectos é o da arquitetura sacra. A arquitetura sacra tradicional da Igreja Católica demonstra a centralidade e a necessidade de Cristo, bem como mostra a centralidade e a necessidade da própria Igreja para a salvação. Aproveitando que ainda estamos sob a graça da bênção da Capela, gostaria de considerar alguns poucos aspectos relevantes da arquitetura sacra católica tradicional, para nossa edificação, para podermos melhor rezar e aderir ao que a Igreja ensina de maneira tão sublime e suave, mas também com precisão e firmeza.

Antes de tudo, é preciso que conheçamos alguns termos de arquitetura sacra. Continuar lendo

[Sermão] O rito de benção de uma igreja

Sermão para a Benção da Capela Nossa Senhora das Dores
13 de julho de 2014 – Padre Daniel Pinheiro

 

ÁUDIO: Sermão para a Bênção da Capela Nossa Senhora das Dores 13.07.2014

Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Amém. Ave-Maria…

***

Alguns avisos:

Gostaria de agradecer a Deus pela bênção dessa Capela de Nossa Senhora das Dores. Gostaria, também, de agradecer a Dom José Aparecido, pela bondade em realizar essa cerimônia e em toda a ajuda que nos presta com muita caridade. Agradecer igualmente a Dom Sérgio da Rocha, nosso Arcebispo, pela grande benevolência, desde o primeiro momento, e ao Cardeal Dom José Falcão pelo apoio e amizade. Agradeço ao Padre Godwin, administrador paroquial da Paróquia Santa Clara e São Francisco, e responsável do setor pela solicitude. E também ao Padre João Batista, da Diocese de Anápolis pela presença e amizade. Mais uma vez, não podemos também deixar de agradecer as Irmãs de Santa Marcelina, pela grande generosidade em nos ceder a Capela durante quase dois anos.

Lembro a todos que hoje, por feliz disposição da providência, é também o primeiro aniversário de episcopado de Dom José. Gostaria de lhe assegurar, Excelência, das orações de todos nós pelo seu episcopado.

Para festejar esse aniversário e a bênção da Capela, teremos uma confraternização após a Santa Missa.

 ***

Caros irmãos, a bênção de uma Igreja, embora não seja tão exaustiva quanto a dedicação e consagração de uma Igreja, é uma cerimônia profunda, e que separa o edifício inteiramente do uso profano e faz dele verdadeiramente a Casa de Deus e Porta do Céu. É uma edificação voltada, após a Bênção, para a glória de Deus e para o bem daqueles que nela ingressarem com a intenção de louvar a Santíssima Trindade e de se voltarem para o Altíssimo.

É o Pontífice quem procede à cerimônia de Bênção da Igreja. O Pontífice representa Cristo, que orna a Igreja, sua esposa, e que a prepara para que os frutos dela sejam imaculados, para que sejam frutos de santidade. Queremos que dessa Capela saiam verdadeiramente frutos de santidade, famílias santas, vocações santas.

Consideremos um pouco, caros católicos, as cerimônias desse rito de bênção de uma igreja.

São recorrentes, na cerimônia, sobretudo nos riquíssimos Salmos, os termos de “casa do Senhor”, de “Jerusalém”, de “átrio”, de “Templo de Deus”. Continuar lendo

[Informativo] Fotos da Bênção da Capela Nossa Senhora das Dores, da Missa e da Confraternização

Seguem as fotos oficiais da Bênção da Capela Nossa Senhora das Dores, realizada por Dom José Aparecido Gonçalves de Almeida, Bispo Auxiliar de Brasília, e seguida de Missa e de Confraternização.

Para ver as fotos ampliadas, clique aqui.

Este slideshow necessita de JavaScript.